Vinho francês em crise

fevs

Segundo Antoine Leccia, presidente da Federação dos Exportadores de Vinhos e Espirituosos da França, FEVS, os produtores enfrentam um grande problema provocados por questões tarifárias em 2019. Na China o acordo de livre comércio com Chile e Austrália fez as vendas destes produtores crescerem enormemente e a nossa participação encolher. Perdemos a liderança. A taxa do Trump, (Boeing x Airbus) de 25% é outro problema que gerou uma queda imediata nas vendas. Agora temos o coronavírus que impacta todo o mercado. Mas iremos nos recuperar e a situação melhorará dentro de alguns meses. Acreditamos em um bom ano em 2021, mas sabemos que algumas empresas podem fechar as portas nos próximos meses, afirma o presidente da FEVS. Leccia guarda a esperança, mas constata a real dificuldade por que passa a viticultura europeia e francesa. Bordeaux é a denominação de origem que mais sofre neste momento já que era líder incontestável na China. Santé.

antoine leccia
Antoine Leccia, presidente da FEVS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: