O fim do mito que os vinhos do Languedoc não são longevos

Degustei um Corbières do Domaine Serres Mazard, cuvée Henri Serres, do longínquo ano de 2002. Fantástico, vivo, sem bretta. Veja o vídeo. Santé. L

Degustação de um Corbières com 18 anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: