As notas da safra 2019 de Bordeaux do Le Figaro Vins

O Conexão Francesa está publicando as notas de degustação do jornal francês Le Figaro. O interessante é que elas são sobre 20 pontos, como nas escolas francesas. Mas não se iluda fazendo a conversão dividindo por 2. O francês pontua mais baixo do que os americanos. Na minha experiência 90/89 igual a 16, mas publico a tabela da Decanter que usa pontuação similar para te ajudar.

A safra é excepcional e os preços estão bem para baixo devido ao cenário mundial do Covid-19 que teve origem na China. O jornal publica as notas e A safra é excepcional e os preços estão bem para baixo devido ao cenário mundial do Covid-19 que teve origem na China. O jornal publica as notas e oferece ao cliente pessoa física a possibilidade de comprá-los na loja Millésima. Os vinhos estarão disponíveis apenas no último trimestre de 2021.


tabela decanter

Tabela de conversão da Decanter

MARGEM ESQUERDA

Se apenas uma palavra descrevesse a safra de 2019, seria gulosa. Os vinhos já são provados com facilidade desconcertante, são feitos para serem guardados, mas terão o mesmo sabor na sua juventude. Muitos argumentos para satisfazer a todos os clientes, principalmente porque os primeiros preços que foram revelados estão entre de 10 a 30% menores do que em 2018.

PESSAC-LEOGNAN

DOMAINE DE CHEVALIER
Ataque complexo que transfere na boca  uma grande fineza. Tem muita vivacidade e é tônico. € 67,20.
Classificação Le Figaro: 18/20

CHÂTEAU COUHINS
Redondo e harmonioso, o vinho também é poderoso, tenso e frutado maduro no final, um toque final suave.
Nota Figaro: 18/20

CHÂTEAU LATOUR-MARTILLAC
Redondo e harmônico, potente, tenso e com fruta madura no final. Muito  bom equilíbrio. Final persistente.
Classificação Le Figaro: 17.5 / 20

CHÂTEAU BOUSCAUD
Crocante, com sabores de suco de uva fresco colhidos com maturidade: nem muito maduros nem muito ácidos. Dá muito prazer.
Classificação Le Figaro: 17.5 / 20

CHÂTEAU MALARTIC LAGRAVIERE
Muito charme neste vinho brilhante, encorpado e complexo, que já mostra um bom equilíbrio entre riqueza e tensão. € 39,20.
Classificação Le Figaro: 18/20

CHÂTEAU SMITH HAUT LAFITTE
Carne, redondeza, tensão, tudo envolvido com sabores cítricos maduros e condimentados e uma grande complexidade. Comprimento infinito. Um esplendor!
Classificação Le Figaro: 18.5 / 20

CHÂTEAU OLIVIER
Nariz intenso, de alcaçuz, boca redonda, suave, flexível, quente, em taninos muito finos e elegantes. Notas de defumado, muita energia.
Classificação Le Figaro: 18/20

CHÂTEAU PAPE CLEMENT
Inicialmente suave, carinhoso, macio, delicado, refinado, dotado de imensa frescura, taninos fantásticos, suave à vontade.
Classificação Le Figaro: 19/20

CHÂTEAU CARBONNIEUX
Textura cremosa no ataque, delicadeza incrível no paladar, fresco, suave, com belos taninos que emergem em um final poderoso, suave, frutado e longo.
Classificação Le Figaro: 17.5 / 20

CHÂTEAU HAUT-BAILLY
“Energia” é a palavra-chave para este vinho puro e equilibrado, que promete um futuro muito brilhante. Potência progressiva, taninos densos e sedosos, comprimento infinito. De tirar o fôlego !
Classificação Le Figaro: 17.5 / 20

CHÂTEAU COUHINS-LURTON
O nariz poderoso anuncia a densidade na boca macia, apimentada, defumada, suave, ampla e sensual, o que faz você querer voltar a ele. Taninos integrados.
Classificação Le Figaro: 17.5 / 20

Para ter acesso ao conteúdo integral do Le Figaro clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: