Fim da quarentena e queda de braço em Champagne

https://youtu.be/yzdf7i_-NM4 Com o fim do confinamento na França a vida recomeça a pleno vapor. Em Champagne os vinhateiros independentes travam queda de braço com viticultores que vendem suas uvas para cooperativas ou para as grandes marcas de Champagne. Santé.

A turma gosta é de rosé francês.

Rosé Piscine é o vinho da geração millennial. Caiu nas graças das meninas. (foto Isabela Ney) Nos últimos 12 meses o consumo de vinho importado tranquilo (sem espumantes e champagne) caiu 3,5%. Na contra mão está o crescimento do consumo de rosés que cresceu 8% num segmento que representa apenas 5% do total de vinhos.... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑